Pular para o conteúdo principal

Hora de Ler: O Livro das Loucuras e das Curas - Regina O'Melveny


E aí galerinha?! Finalzinho já de setembro voltei pra falar finalmente sobre esta linda obra.
Para começar quero pedir desculpas pela demora, passei quase o mês inteiro preso nesse livro, depois explico melhor o que aconteceu, vamos ao que interessa.

O livro conta a história de Gabriella Mondini, uma italiana de 30 anos que trabalha como médica nos anos de 1590, porém ela é impedida pelo "conselho" de exercer a profissão depois que seu pai foge sem rumo mundo afora, desaparecido há 10 anos. Ela AMA a profissão, pensa nas suas pacientes e com isso em mente sai em busca do seu pai, junto com seus criados, que até então se comunicava com ela através de cartas.
Ele também estava escrevendo O Livro das Curas, em conjunto com Gabriella, mais essa responsabilidade é somada aos objetivos dela, pois o livro não pode ficar inacabado.

~

Então... O livro em si é muito bom apresenta uma história instigante, essa busca de Gabriella pelo pai, tem uma linguagem muito elegante embora de fácil entendimento, é cheio de metáforas e bem "poético" em algumas partes, tem o apelo á medicina que nossa, me ganhou desde o começo MAS a narrativa é muito MUITO lenta!
Meu deus do céu, quanto mais eu lia dava impressão de que nunca ia acabar. Senti que a autora enrolou, deixou a obra densa nessa questão. Confesso a vocês que tive de parar a leitura por várias vezes e pegar um gibi pra ver se conseguia voltar de onde parei. Essa é a primeira obra da autora, talvez isso explique muita coisa...

Gostei dos procedimentos bem detalhados, como por exemplo uma autópsia chorei no final quando descobri, nomes de plantas, remédios essas coisas. A protagonista é bem madura, praticamente se dá mal o livro inteiro e isso deixou a coisa mais real.

Não tive problema nenhum por se passar em 1590 só os costumes da época que estranhei, Regina sabe brincar com as palavras, ela faz uma coisa que nem sei explicar! Uma linguagem "rebuscada" mas nem tanto, sabe é algo que fica no meio do formal-informal que torna o livro único. De longe essa parte da aventura me lembrou A Volta ao Mundo em 80 Dias.

Serei sincero, e por conta da "enrolação" 3 estrelas. É um livro bom, mas requer um pouco de paciência por isso demorei TANTO com ele em mãos.



É o seguinte: A Novo Conceito disponibilizou um exemplar para vocês, mas não sei como e SE irei fazer sorteio, visto que estão priobidos na blogosfera... Depois volto e conto o que decidi :/