Pular para o conteúdo principal

Hora de Ler: A Playlist da Minha Vida - Leila Sales


Faaala galerinha! O review de hoje é para quem não dispensa uma boa história acompanhada de muita música legal.
Faz um tempinho que li essa obra porém tava esperando fazer vídeo seria beeeem melhor, mas não deu e antes que me esqueça da história por completo resolvi escrever. Tem alguns pontos a serem levados em conta no livro, mas vamos ao que interessa.


Elise é uma menina "normal" que está no ensino médio mas desde o fundamental sofre bullying sem motivos, é odiada por todos, não tem amigos e só pensa em mudar a personalidade para tentar se sentir incluída em algum grupinho da escola; ela passou as férias inteiras lendo Capricho revistas, sites e tudo o mais na tentativa de ser "cool" gastou toda a grana que tinha economizado em roupas novas e descoladas, para no primeiro dia de aula: ser novamente motivo de chacota.

Até que ela decide dar um basta nisso tudo e tenta suicídio, mas vê que na verdade quer atenção e fica desesperada na ideia de morrer (mesmo com pensamentos suicidas), liga para Amelia Kindl a maior fofoqueira da escola (e única que se passa a falar com Elise) que prontamente chama a ambulância e o inferno só começa a partir daí...

Os Pais (separados) perdem a confiança na menina, começam a observa-la com mais intensidade, ficam em cima com medo dela ter outra crise. Enquanto isso Elise se sente um lixo e não para de pensar em outra tentativa, até que um dia andando na madrugada boladona sentada na esquina ela se depara com uma boate alternativa-camuflada, entra e toma gosto pela coisa. Começa a criar interesse pelas pessoas, faz amizades com a galera de lá e tem uma vida dupla sem os pais nem os "amigos da escola" terem noção. Ela já entendia de música antes por conta do Pai e decide pedi-lo equipamento para discotecar aí sim o livro "pega embalo" mas vou parar por aqui senão estrago a surpresa.

~

Bem, no geraaaal é um livro bom, porém como avisei no início tenho minhas ressalvas. Para começar achei esse livro no Goodreads e fiquei louco, um pouco depois de ter concluído Ari e Dan e uma coisa que não entendi é dele estar numa lista de livros "temáticos" de YA sobre homossexualidade e tal, a autora aborda mas é de uma forma tão rasa que nem conta, achei que seria o foco e por isso a sede.


Outra coisa é que sim, muito gostosa a leitura, mas também muito MUITO leve, a questão do bullying e o suicídio do começo são meio que deixadas de lado e o livro pega outro rumo virando uma coisa bem adolescente "vamos curtir a vida", sinceramente não gostei pois esperava que fosse tenso ou pelo menos mantivesse o clima. O final ficou em aberto e isso é outro fator que levo a sério nas leituras, claro que há situações em que esse recurso se mostra necessário, mas nesse caso me deixou um pouco chateado, foi uma pequena decepção assim como ocorreu com David Levithan.

Gostei dos temas abordados, foram bastante até mas como disse, de uma forma bem rasa. A questão do Bullying é o que a autora mais tenta chamar atenção, como consequência vem a tentativa de suicídio da protagonista, também a questão dos pais separados e como as relações em família permanecem, os primeiros amores da adolescência com um possível triângulo amoroso, e já no final tratou da Anorexia bem rapidinho assim.
Eu poderia dizer que lembra um filme da Sessão da Tarde por conta dos clichês, mas o pior é que existe um filme no Netflix que vi esses dias e lembra um pouco o livro de uma forma geral, tanto pelo andamento que começa tenso e termina bem, como as situações vividas pela personagem, se chama Cyberbully uma produção da ABC Family com Emily Osment, a menina que fazia Hannah Montana junto com Miley antes das drogas.


ÓBVIO que eu não poderia deixar de comentar sobre a parte musical da obra! A autora foi MUITO feliz na escolha da tracklist que vai de New Order, Smiths, Joy Division, Pet Shop Boys até badinhas de hoje como Phoenix, tá que é synthpop/rock/indie mas ficou muito bom, comecei a dar mais atenção a algumas bandas depois do livro.
Existe uma edição brasileira lançada na última bienal de São Paulo pela Globo Livros que entitula essa postagem, eu li a tradução e... Se puderem leiam o original, mas dá pra sentir a mensagem no final das contas, foram só detalhes para adequar as piadinhas ao Brasil então passa, só não foram muito felizes na escolha da capa mas....


E no final das contas dou 3 estrelas, foi um livro legal, mas os detalhes me obrigaram a tirar 2 estrelas, é a vida amiguinhos. Talvez eu esteja ficando velho e esse livro seja direcionado para um público entre 13~17 anos que se identifiquem melhor, mas pra mim foi só uma leitura agradável, nada além.



This Song Will Save Your Life de Leila Sales, é composto por 288 páginas, comercializado pela Editora Farrar, Straus and Giroux (BYR) e a venda no Brasil (ebook)

A Playlist da Minha Vida é composto por 312 páginas, comercializado pela Globo Livros e á venda em todo país.