Hora de ler: O começo de tudo - Robyn Schneider



Faaala galerinha, tudo certo?! O livrinho de hoje é um jovem adulto mas com uma proposta diferente do usual na narrativa.
O garoto de ouro Ezra Faulkner acredita que todo mundo tem uma tragédia esperando ali na esquina – um encontro fatal depois do qual tudo o que realmente importa vai acontecer. Sua tragédia particular esperou até que ele estivesse preparado para perder tudo de uma vez: em uma noite espetacular, um motorista imprudente acabou com a perna de Ezra, com sua carreira no esporte e com sua vida social.

Depois que perdeu o favoritismo ao posto de rei do baile, Ezra agora almoça na mesa dos losers, onde conhece Cassidy Thorpe. Cassidy é diferente de qualquer pessoa que Ezra tenha encontrado antes – melancólica e com uma inteligência mordaz.

Juntos, Ezra e Cassidy descobrem flash mobs, tesouros enterrados e um poodle que talvez seja a reencarnação do Grande Gatsby. À medida que Ezra mergulha nos novos estudos, nas novas amizades e no novo amor, aprende que algumas pessoas, assim como os livros, são difíceis de interpretar. Agora, ele precisa considerar: se uma tragédia já o atingiu, o que poderá acontecer se houver mais infortúnios?

O Começo de Tudo é um livro poético, inteligente e de cortar o coração sobre a dificuldade de ser o que as pessoas esperam, e sobre começos que podem nascer de finais trágicos.


~

O livro já começa mostrando para que veio com tragédia envolvendo Toby, o até então melhor amigo de Ezra e logo em seguida ficamos sabendo do acidente vivido pelo protagonista.

A autora foi muito feliz em abordar diferentes assuntos no decorrer da obra pois soube dar atenção e fechar cada um deles. O “principal” é esse de descobrir a que lugar você pertence na sociedade, se seus amigos são de verdade ou por alguma conveniência que os une ali, e relações familiares (nesse caso com Cassidy); ainda teve uma pontinha de homossexualidade o que achei muito válido.



Com uma escrita leve, certeira e sem perfumarias, Robyn conduz a narrativa de um jeito viciante e por muitas vezes poético, cheio de referências literárias (políticas também) o que enriquece a obra. Tá, mas o que difere esse livro dos demais? Sem dar spoiler mas: O final.
É uma tapa na cara pra quem tá acostumado com o gênero achando que seria previsível, ela vai lá e BOOM!

Nenhuma palavra define melhor esse livro do que: Lindo. Isso que ele é, desde a capa, os personagens cativantes muito bem construídos, a mensagem passada pela autora... Essa fofa cita Hemingway na epígrafe, além de várias referências a O Grande Gatsby durante a obra ❤

Enfim vale muito mais de 5 estrelas e já quero que tragam as outras obras dela pra cá, senão leio inglês mesmo.


O Começo de Tudo de Robyn Schneider, é composto por 288 páginas, comercializado pela Editora Novo Conceito e a venda em todo país.