Hora de Ler: Jogo de Espelhos - Cara Delevingne e Rowan Coleman



E aí galerinha, tudo bem? Primeiro post de 2018 e tinha que ser com um lançamento ESCÂNDALO pra marcar o ano, bora conferir?!

Naomi, Rose, Leo e Red são adolescentes enfrentando aquela fase em que se relacionar no colégio é tão difícil quanto encarar os próprios problemas. Red tem uma mãe alcoólatra e um pai ausente; o irmão de Leo está na prisão; Rose usa sexo e drogas para mascarar traumas antigos e Naomi se esconde atrás de peruca e maquiagem pesada.

Quatro adolescentes tão diferentes viram melhores amigos quando são obrigados a formar uma banda. O que era uma tarefa chata vira a famosa e popular Mirror, Mirror. Através da música, eles encontram um caminho para encarar o mundo de outra forma.

Mas tudo desmorona quando Naomi some misteriosamente e é encontrada, dias depois, entre a vida e a morte. O acidente desestrutura a banda e, consequentemente, a vida de todos.

~

O que esperar de um livro que chegou sileciosamente e ainda nem está sendo tão divulgado assim na comunidade booktube? ainda mais, o que esperar de Cara Delevingne, a grande estrela muitas vezes confundida com o nome do próprio livro?

As respostas para essas perguntas foram devidamente solucionadas nesse YA super bem estruturado e diria até que maduro, vai muito além de mais uma história adolescente-clichê na escola, trata de assuntos pesados mas sem deixar de lado aquela pegada jovem que tanto gostamos.

O plot de longe me lembrou Fãs do Impossível, aliás, até o livro em si lembra ele, por serem um grupo de amigos e tal MAS eu gosto muito de generalizar as coisas, as obras não tem muito em comum. Com a parceria de Rowan Coleman, Cara conseguiu criar um universo próprio, personagens cheios de carisma e com personalidade apuradíssima, problemas muito comuns na adolescência vieram à tona, os tópicos abordados desde o começo tiveram um fechamento, então sim, elas fizeram o trabalho com maestria.


Falando um pouco da história iremos encontrar problemas como autoaceitação, descoberta da sexualidade, amizades que irão a prova por vários motivos (e várias vezes), conflitos familiares entre irmãos, uma mãe alcoólatra, um pai que não aguenta a situação e decide ter vida dupla (até tripla), problemas com drogas e uma dolescente ninfomaníaca. Ufa!

Os temas são um pouco pesados, e a história foca mesmo no sumiço de Naomi, recordando fatos de alguns personagens, mesclando com pensamentos atuais e segue uma linha bem thriller psicológico. Red é a nossa protagonista e "voz" do livro, todos aqui tem problemas mas ela consegue se meter em mais confusão do que a escola inteira reunida. Lendo algumas resenhas me deparei com pessoas que detestaram a personalidade da menina, sinceramente para mim não fez diferença, afinal é super normal essa confusão/indecisão durante essa fase da vida; concordo que Red tenha seus altos e baixos, mas mesmo assim representa bem a Geração Millennial.

Deep Web, Spotify, Instagram, Twitter, Whatsapp e Youtube são coisas muito presentes na obra, a parte de T.I. (Deep web, criptografia, etc) não foi tãaaao bem desenvolvida, eu como nerd chato senti falta de uma profundidade ou uma pesquisa maior sobre esse mundo, mas como não é o foco, não é um livro de ficção científica então tá tudo certo, dá para convencer "os leigos".


Também encontramos muitas frases de efeito por aqui, lições de moral e coisas bem esperançosas devidamente dosadas vale ressaltar, não é apelativo, apenas necessário para ter certeza de que conseguiram deixar uma mensagem ao público que está passando por isso no momento. Ótima sacada.

O desfecho da investigação me fez passar mal, é uma coisa bem desagradável, de muito mal gosto e que infelizmente faz parte da nossa realidade. Nessa hora tive que parar a leitura para respirar, contar até mil e não sair gritando na rua, foi bem agoniante amiguinhos.
A capa foi bem explicada em relação as tatuagens e tudo faz sentido agora, já o título você tem que pensar um pouco para ligar uma coisa a outra, mas basicamente é aquela questão interna de quem você é por dentro e quem você vê no espelho; quase um expectativa X realidade.

Sendo assim fica difícil dar menos que 5 estrelas para essa obra incrível cheia de referências, mensagens e bem estruturada, afinal to cansado dos clichês encontrados nos YA ultimamente e não foi o caso daqui, ainda bem!


Quotes:

Sempre penso naquele dia, porque foi a última vez que me senti parte de uma família.
E ali eu soube que tinha feito a coisa certa, porque mostrar quem realmente somos é sempre a coisa certa a se fazer. Tem que ser.
É vergonhoso estar na minha idade e ainda ter essa coisa de desejar um abraço da mãe mais do que tudo.

Links:

POR QUE O LIVRO DE CARA DELEVINGNE É O ESPELHO DOS MILLENNIALS

CINCO MOTIVOS PARA GOSTAR MUITO DE CARA DELEVINGNE

Jogo de Espelhos (comprar)

Comentários