Hora de Ler Premiada: A Livraria 24h do Mr. Penumbra - Robin Sloan


E aí galerinha?! O livrinho de hoje é uma mistura de emoções, mexeu comigo e fiquei triste pois queria mais.
Basicamente esse o resumo da Livraria 24h. Que eu lembre, só senti esse gostinho de "quero mais" com O Sobrinho do Mago, fazia um tempinho que uma obra não me cativava tanto assim.
Mas então, vou falar só o basicão só para vocês terem ideia, e tentar ao máximo evitar spoilers. 


Clay Jannon é um web designer, que trabalha numa empresa de "lanches" (até agora não sei o que são "baggels") cuidando da parte gráfica da loja, a New Baggel's. Tudo anda ótimo, até a recessão econômica atingir os EUA em 2008, ele perder o emprego e começar uma nova caçada.
Eis que um dia, entregando currículos por aí, Clay avista uma livraria estranha com anúncio de vaga para atendente e decide arriscar a sorte. Ele é contratado numa informalidade incrível, só que o lugar tem suas regras e a mais curiosa delas é: "Não pode ler, folhear ou inspecionar de modo algum os volumes nas estantes." Muito estranho isso né?!

A livraria não foca em vender, mas empresta livros gigantes, misteriosos e com capa de couro, tem pouquissimos títulos a venda só para gerar receita, os clientes são bem excêntricos, e Clay tem de anotar TUDO (como o cliente estava vestido, as ações, características físicas etc.) o que acontece durante um empréstimo de livros numa espécie de caderneta que Penumbra confere depois. Até que um dia, cansado da monotonia do local ele decide quebrar a regra e começa uma investigação na livraria.

~

Serei obrigado a parar por aqui, senão perde toda emoção do enredo! Então, esse livro me cativou pelo simples motivo de misturar tecnologia com ficção científica, mistério, fantasia e suspense de um jeito tão... como posso dizer, tão perfeito que é impossível não curtir. Minhas expectativas estavam lá em cima, foram respondidas e quero recomendar para todo mundo.
O mistério central é  sobre o que acontece na livraria, quem são os clientes e o motivo deles chegarem na madruga para pegar uns livros estranhos que tem um título bem discreto ou nada na capa. Talvez uma ceita, contrabando de livros... Uhm... será?

Clay em seu 1° dia na livraria
Robin Sloan conseguiu criar um universo único, e diferente de outros já conhecidos, apesar de ter se inspirado neles. Ele mescla ficção com realidade, a ponto de você dar uma pausa na leitura e procurar no Google se aquilo realmente existe, AMO isso! Cheguei a SONHAR com o livro para vocês terem uma noção. E por falar em Google, ele aparece também, tem uma menina que fica amiga de Clay e o ajuda a decifrar enigmas, ela trabalha na gigante de Mountain View w não dispensa tecnologia nenhuma para tentar descobrir algo. O humor dos personagens é incrível, você se sente amigo deles, tem um romancezinho entre Clay e Kat (a menina do Google) mas nada Sparkiano é mais como um background do que está acontecendo.

Só o que não gostei tanto foi o desfecho do "segundo mistério" que envolve Aldus Manutius e seu Codex Vitae talvez por EU ter ficado muito empolgado e querer algo mais complexo, é tão "na cara" que dá um pouquinho só de raiva. Fica claro o trabalho de pesquisa que o autor teve ao mencionar algumas coisas aqui, como por exemplo Ruby on Rails, técnicas de SEO, programação dentre outras coisas que ~~nerds~~ reconhecem de longe (não que eu seja). Na estória existe um site de compartilhamento, hacking e ebooks, "Groone" O ídolo de Clay, isso remete a vocês alguma coisa bastante conhecida e no mesmo estilo?  (foco nos ebooks)
Tem um fundo histórico também, com a questão da tipografia, interfaces 3D e um monte de coisa. O cara criou As Crônicas da Balada do Dragão, acreditem eu cheguei a pesquisar! HAHAHAHA. É SEN-SA-CIO-NAL esse livro.

Tem MUITA referência ao universo nerd, a começar com Clay e seu melhor amigo de infância Neel Shah que são fãs das Crônicas, que por acaso tem influências de Eragon, LOTR e até uma pitadinha de Nárnia beeem de leve mas reconhecível. Só fiquei "ofendido" num trecho em que o autor se mostra um fanboy do Kindle: "[...] E tenho um Kobo aqui. Mas afinal quem usa Kobo?" HAHAHA ROBIN PLS.

Fiz marcação até demais e aqui estão algumas:

Isso não é uma biblioteca. Isso é a Batcaverna.
(Por que livrarias sempre o obrigam a fazer coisas estranhas com seu pescoço?)
Como você pode continuar interessado em qualquer coisa ou pessoa por muito tempo quando o mundo inteiro é uma base para as suas ideias e criações?
Esperei minha vida inteira para entrar por uma passagem secreta escondida atrás de estantes.

Bem, apesar da pequena decepção no final, 5 estrelas, muito bom mesmo!


Extra: A capa original é essa aqui, sinceramente não curti. Parece feita por uma criança ou algo do tipo, muito colorida, enfim não fui com a cara dela. Só tem graça a edição em hardback que BRILHA NO ESCURO shine bright like a diamond aí sim vejo vantagem.

~

Agora aquela parte em que todos comemoram: promo \0. Sua chance de conhecer A Livraria 24h, levar esse kit com capa de couro + marcadores exclusivos! esquema de sempre: Rafflecopter. 
Segue as regrinhas torce e espera até o dia 04/08 o resultado. Simples não?! Em caso de dúvida no preenchimento, cliquem aqui :D

*imagem do LivroLab só para ilustrar o kit mesmo

a Rafflecopter giveaway

Banner