Pular para o conteúdo principal

Hora de Ler: Aristotéles e Dante Descobrem os Segredos do Universo - Benjamin Alire Saenz


Oláaaaaa! Finalmente voltei com um review novo por aqui, uma leitura muito intensa que me cativou bastante e será difícil falar sobre evitarei ao máximo escrever muito.
Vamos lá. Eu tinha visto esse livro há um tempo no youtube, através de canais gringos e já tinha gostado, depois a Seguinte anunciou a tradução mas demorou TANTO que comecei lendo o ebook e comprei a versão física.


1980. Aristóteles é um menino bem pensativo, introspectivo, NÃO SOFRE BULLYING (um clichê a menos) fala pouco principalmente com os pais e tem uma ligação maior com a Mãe, não que isso signifique muita coisa. Sua vidinha monótona começa a mudar no verão quando ele conhece Dante, um garoto totalmente o oposto de Ari que curte a vida como ninguém, sempre feliz, ler MUITO e ensina nosso protagonista a nadar e a viver dignamente.

Ari tem um irmão que foi preso quando ele tinha 4 anos, e Bernardo é um tabu na família ninguém ousa falar do caso e isso deixa o menino muito mal pois mesmo sem lembrar muito do irmão ele o ama de verdade, chega a chorar e tudo o mais por uma explicação mas os pais preferem 'esconder'.  O menino é muito emotivo sente falta do Pai que mora com ele mas são distantes, tem pesadelos constantes e se sente sozinho mesmo rodeado de pessoas que ~~o amam~~.

Minha edição linda cheia de ~~medalhas~~ :/

Tudo ocorre muito bem na amizade desses dois, até que um acidente acontece e os aproxima ainda mais. A família de Dante SEMPRE solícita de certa forma 'adota' Ari e o agradece para sempre devido ao acontecido. E o livro gira em torno disso, melhor parar senão spoilers aparecerão.

"You should just sit them down and make them tell you. Make them be adults."

"You can't make anyone be an adult. Especially an adult."
~

É horrível se controlar para falar de um livro que marcou TANTO. A amizade de Ari e Dan é a coisa mais linda do mundo, o primeiro e um dos únicos amigos que Ari tem e isso se intensifica no decorrer da obra.
A escrita de Benjamin é um espetáculo a parte. Poética, sutil e prende o leitor nos capítulos que por vezes são apenas uma simples frase.

Só alguns quotes, coisa básica.
Ari é MUITO introspectivo, depressivo, sempre triste ele mesmo diz que tem tudo mas não sabe o motivo de tanta tristeza e sempre querendo descobrir tudo a seu redor, etende a todos menos a si mesmo. Dan tá na fase da descoberta sexual e beija tanto meninas quanto meninos, e o humor dele sempre pra cima começa a mudar lá pro finalzinho do livro por um motivo bem óbvio devido a proximidade dos dois, e Ari sendo hétero dá pra adivinhar....
O legal é que ficamos sabendo ~~the secret of the universe~~ no caso a guerra interna que se passava na cabeça de Ari, o motivo daquela coisa toda, não fica brecha NENHUMA dos "mistérios" desde o começo do livro.

"What do you love, Ari? What do you really love?"

"I love the desert. God, I love the desert."

"It's so lonely."

"Is it?"

Dante didn't understand. I was unknowable."

Lindo a maneira como é mostrada a adolescência dos meninos, o primeiro beijo, a primeira bebida, as experiências com drogas, as divergências entre eles que acontecem numa amizade dentre outros detalhes muito bem explorados.

Impossível (pra mim no caso) não se identificar com os personagens, um pouco das nuances de cada um, mas no geral "sou mais Ari". Ah gente, o final.... QUE FINAL.... ainda to relendo a última página.

Tá que se passa nos anos 80 PORÉM não vejo outra coisa que se encaixe tão perfeitamente na leitura quanto The Hearts of Lonely People, um EP da superbanda Isles & Glaciers, fofinho igual o livro ♥

"And being alone made me want to talk to someone my own age. Someone who understood that using the "f" word wasn't a measure of my lack of imagination. Sometimes using that word just made me feel free." 

Uma coisa que não gostei foi o aspecto físico da capa, o material usado mesmo se tratando de paperback (capa mole) mas essa tá demais. Meio que "enverga" do nada, não é vagabundo o papel usado no miolo mas a impressão que fizeram na capa foi muito infeliz. Segundo meu pai que entende dessas coisas se trata de "uma impressão de plástico em papel cartão por isso que ela fica assim" só queria puxar as orelhas da Simon and Schuster por isso.

A capa que 'enverga'
Sinto que não consegui expressar meus sentimentos pela obra, mas sem dúvidas 5 estrelas + FAV eterno, vamos ler mais Benjamin porque o cara entende do assunto.


Aristotle and Dante Discover the Secrets of the Universe, de Benjamin Alire Saenz é composto por 359 páginas, publicado pela Simon and Schuster e a venda na Livraria Cultura.