Hora de Ler: O Ladrão de Casaca - Maurice LeBlanc



Elegância, e muito cinismo definem o personagem principal do livro, que rouba de uma forma sutil e quase imperceptível.
Arséne Lupim é um ladrão, mas não daquele tipo que estamos "acostumados" ele é cavalheiro e usa a inteligência a seu favor, nada de armas nem capangas e de longe injustiças, afinal ele só rouba de quem ralmente TEM, digamos que ele seja a mistura de Robbin Hood com 007 mas nada a ver isso é viagem minha.

Esse livro reúne 9 contos do personagem único que nasceu na mente de Maurice LeBlanc, que vão desde o começo de tudo em A Prisão de Arséne Lupim até uma "briga" digamos assim, na verdade um desafio no que vocês irão conferir ao ler, de Lupim contra Sherlock Holmes, que por motivos de copyright teve de ser mudado para Herlock Sholmes.

Sinceramente achei que esse seria daquele tipo de clássico chato, massante e com linguagem ultrapassada, mas pelo contrário (ainda bem) me surpreendi, claro sempre tem expressões da época, mas nada que atrapalhe a leitura, como se trata de um romance policial tem muito mistério, e por incrível que pareça até pitadas de humor muito bem "dosadas".

Não conhecia LeBlanc e adorei, o cara é genial e sem dúvidas esse entra para a categoria "mas já acabou?", os contos são bem distríbuidos com no máximo 30 páginas cada, muito bem diagramados para evitar fatiga no leitor, tem um prefácio INCRÍVEL apresentando o personagem (sugiro que leiam para nao se perderem nos contos) e suas mil faces, sem esquecer do autor.
Curto muito essas "descobertas" adoro me surpreender, sem falar que agora irei procurar mais livros do autor por aí, está de parabéns Editora Martin Claret pela capa, e principalmente pela diagramação que eu acho um ponto muito importante.


Sobre Maurice LeBlanc

Filho de um armador naval, nasceu em Ruão - França em 1864, teve possibilidades de estudar na França,  Alemanha e na Itália, mas interrompeu o seu curso de Direito com a intenção de se tornar escritor. Trabalhou durante algum tempo na empresa da família, até conseguir estabelecer-se como repórter policial para jornais como o Echo de Paris

Publicou o seu primeiro livro aos vinte e três anos de idade, um romance psicológico com o título Une Femme, e continuou a sua carreira na imprensa durante vinte anos, recolhendo material e compondo lentamente a personagem que o consagrou como escritor. 

Tornado membro da Legião de Honra francesa, Maurice Leblanc faleceu em Perpignan, a 6 de novembro de 1941.


O Ladrão de Casaca de Maurice LeBlanc, é composto por  194 páginas, distribuido pela Editora Martin Claret e a venda em todo país.

 ***Se você curtiu o autor, o livro ou qualquer um desses citados e quer o livro, não necessariamente precisa comprar, clique aqui e participe do sorteio CORRE QUE TÁ ACABANDO O TEMPO!!!