Hora de Ler: Cartas na Rua - Charles Bukowski


Faaala galerinha!!! Maaais uma respost....OPA! Nada de meme, dessa vez é resenha (finalmente) de um livrinho super legal que li recentemente.

Apenas avisando antes mesmo de começar a sinopse ou algo do tipo: Se você é menor de 18 anos ou moralista e não suporta palavrões, cenas de sexo ou conteúdo explícito: saia daqui por favor, leia outro post do Tedio.

Pronto, certamente esse livro é pesado para menores, não é um 50 Tons de Cinza mas tem umas coisa meio assim que é melhor deixar p lá só lendo. Enfim, vamos a sinopse.

Chinaski (pseudônimo de Bukowski), decide se candidatar a uma vaga nos Correios e como ele mesmo diz na primeira linha do romance: tudo começou como um erro.  Dentre idas e vindas dos Correios muita coisa acontece na vida dele, muitas mulheres no meio do caminho e até uma filha com Fay, uma que ele encontrou depois de sair do joquei numa emboscada. O livro é um romance-autobiográfico se assim pode se classificar, pois conta a vida de Bukowski durante esse emprego nos Correios.

Ele revoluciona queimando as cartas do 4° setor ao acender um charuto, o tempo todo ele vai meio que por obrigação, se mostra cansado do trabalho que realmente é um saco, além das cobranças do chefe que não tolera 5 minutos de atraso e faz questão de tudo. As aventuras no Joquei são sem dúvidas uma das melhores, acho incrível que mesmo depois de muito trabalho o cara ainda tinha coragem para encher a cara a noite inteira. Apesar disso tudo Buk era gênio.

O estilo de Bukowski é bem largado, uma escrita fora do normal bem coloquial o que facilita o entendimento porém alguns não aprovam isso. Eu simplesmente virei fã do cara desde o primeiro livro que li, há exatamente 1 ano Crônica de Um Amor Louco, a irreverência continua como sempre, tem muita coisa engraçada, bebedeiras e até orgia só que não é tão explícito, Bukowski sabe ser sexy sem ser vulgar.

Não é uma obra assim "NOSSAAAAA QUE LIVRO!!!" como disse, é uma biografia recomendo para quem nunca leu nada dele, quando acaba aparece uma revelação que você fica assim: :O.
Mereceu 5 estrelas no Skoob pelo simples fato de ter respondido minhas expectativas, demorei mais com ele apesar de fino por causa do blog, mas a leitura é bem rápida e prende o leitor fácil!

Ah sim, só comparei com 50 Tons de Cinza para quem não conhece ter "noção" do que se trata, pois aquele livro pelo que dizem não presta é mal escrito LOGO Bukowski não merece tal comparação. Apenas para esclarecimentos :D

Cartas na Rua, de Charles Bukowski, é composto por 192 páginas, comercializado pela L&PM Pocket e á venda em todo país.

BONUS SCORE: Achei um documentário esses dias, muito interessante confiram: