Pular para o conteúdo principal

Li Até a Página 100 E... #14: Eu S/A - Max Barry


De volta, e finalmente resolvi dar atenção especial a um livro apenas, fiquei mais tranquilo inclusive.
Minha agonia toda era que o fim do mês tá chegando, só li uma obra e meu ego ficou incomodado com esse número, besteira pura. Um livrinho não muito difundido, comprei as cegas e coincidentemente é de Max Barry, o mesmo autor de Homem-Máquina que ADOREI.
Enfim, vamos ao que interessa afinal.

Eu S/A - Max Barry



Primeira frase da página 100?

 - Ei - falou.

Do que se trata o livro?

Um futuro próximo, onde o mundo é controlado pelas corporações, apenas a França ainda resiste a isso tudo. As pessoas tem sobrenome da empresa onde trabalham, caso seja desempregado você é ninguém nesse mundo, o governo não está nem aí para a população e caso queira investigar algum crime, você paga a eles. Isso mesmo.
No meio desse inferno, John Nike tem uma ideia "genial" para vender os modelos da linha Mercury caríssimos que estão empacados, um tal de Marketing de Guerrilha onde o cliente compra o produto e em seguida é executado, tudo isso para gerar concorrência e vender mais.

O que está achando até agora?

To gostando muito do cenário caótico, poderia arriscar e dizer que isso é uma distopia, mas como nunca li (pelo menos não que lembre) nem um conto do gênero melhor ficar calado. É bem verdade que o enredo de Max pega a gente, e mesmo gostando MUITO do autor desde o primeiro livro posso afirmar que ele dá umas deslizadas aqui e ali porém não estraga nem um pouco o clímax.

Melhor quote até agora:

 ....

Vai continuar lendo?

Claaaaaro que sim!

Última frase da página 100?

Mas Billy não estava bem. Não estava nem um pouco bem.