Pular para o conteúdo principal

Hora de Ler: Feliz Ano Velho - Marcelo Rubens Paiva


A história de um cara normal que depois de um acidente muda completamente o conceito do mundo em que vive.
É basicamente isso o enredo do romance, que apesar de trágico tem várias passagens com humor e até erotismo, onde o autor relata com detalhes suas experiências sexuais (UAU).

Marcelo era um cara normal, de classe média alta, adorava festas e era MUITO "pegador" se é que me entendem, o próprio Dom Ruan do pedaço. Em uma viagem com os amigos eis que acontece um fato que iria mudar sua vida de um jeito..... Foi num lago, onde todos se divertiam, e como ele era muito aventureiro resolveu subir uma espécie de colina, uma pequena elevação que não vem ao caso, e mergulhou com tudo, o problema disso é que o lago era muito raso e PUM! bate a cabeça numa pedra quebra uma vertebra e fica tetraplégico! Não bastasse isso, o pai dele é caçado pela ditadura e "some" misteriosamente durante a infância de Marcelo.

A partir daí é que o livro realmente começa, onde ele conta toda sua tragetória desde o acidente e ficamos por dentro de tudo que ocorre no hospital durante o tratamento. No início tudo que ele mais quer é cometer suicídio, um verdadeiro choque para quem era saudável e vivia mil e umas aventuras.
Nos primeiros dias de UTI, Marcelo começa a criar  personagens com as coisas que o rodeiam, o teto vira um cachorro, dentre outros objetos que viram verdadeiros amigos nessa primeira fase de hospital.

Há umas partes chorantes, por exemplo, passar Natal e Ano Novo numa cama de hospital apenas com movimento no pescoço, sem nenhum familiar por perto, nem amigos. Ou quando o submetem a uma cirurgia para retirar um "calo de osso" e durante a recuperação dores intensas por uma semana.

Os amigos vão lhe fazer visitas, e durante isso começam as lembranças de momentos importantes vividos com aquele determinado amigo, sempre aventuras mirabolantes e super divertidas, e na maioria das vezes com meninas no meio.
Marcelo Rubens Paiva hoje em dia
 Claro que existem muito mais relatos da vida dele no livro, mas se eu for contar aqui ficarei o dia inteiro escrevendo, apenas ressaltando os mais ~~importantes~~. O livro foi publicado em 1982 e por incrível que pareça tem uma linguagem informal, bastante sincera e objetiva, rolam até uns palavrões entre uma página e outra.

Olha, nota mil esse livro apenas 5 estrelas no Skoob pois não é permitido mais que isso, comecei pensando que seria uma chatice mas é um tapa, mesmo que você não seja tetraplégico, verdadeira lição de vida. Durante a obra ele rever os conceitos e se adapta a nova realidade, sem deixar de lado o alto astral cair, muito bom super recomendo. Fizeram um filme da obra mas não consegui achar nada além de um pequeno trailler no youtube :(.

Hoje em dia Marcelo tem uma blog no jornal que criticava durante o livro: Estadão, onde publica contos.

Dessa vez fico devendo a Editora, número de páginas e essas especificações que vocês estão acostumados, li em Ebook não aguentei esperar pois nas livrarias ainda tinha que reservar, todo aquele protocolo, e durante esse tempo (5 dias) devorei a obra.

BONUS: É a primeira vez que estou postando resenha de Ebook, e a partir de agora isso será recorrente no blog, como sou muito legal estou disponibilizando para download esse livro maravilhoso, é só clicar no botãozinho e se deliciar!