Hora de Ler: Inventei Você? - Francesca Zappia


E aí galerinha, tudo bem? Depois do turbilhão que foi a Black Friday, voltamos a programação normal e hoje um livrinho nada convencional para quebrar as barreiras da normalidade, preparados?!
Alex está no último ano do ensino médio e trava uma batalha diária para diferenciar realidade de ilusão. Armada com uma atitude implacável, sua máquina fotográfica, uma Bola 8 Mágica e sua única aliada ― a irmã mais nova ―, ela declara guerra contra sua esquizofrenia, determinada a permanecer sã o suficiente para entrar na faculdade.

E Alex está bem otimista com suas chances, até se deparar com Miles. Será mesmo aquele garoto de olhos azuis com quem ela compartilhou um momento marcante no passado? Mas ele não tinha sido produto da sua imaginação? Antes que possa perceber, Alex está fazendo amigos, indo a festas, se apaixonando e experimentando todos os ritos de passagem tipicamente adolescentes.
O problema é que ela não está preparada para ser normal.

~

Gostaria de começar dizendo: QUE LIVRO É ESSE?! Sério, fiquei extasiado ao concluir a leitura, que experiência foi essa gente? Nota: ainda me encontro sem ar.

Desde que saiu lá fora que eu ficava de olho nesse livro e qual foi minha surpresa ao primeiro descobrir que a Record o trouxe para o brasil, melhor ainda foi ter encontrado essa preciosidade no catálogo do Kindle Unlimited, não hesitei ao começar a ler assim que baixei.

Se trata de um Sick-Lit centrado na esquizofrenia de Alex, personagem que nos faz sofrer junto com ela ao descobrir que as coisas ao seu redor não são reais, mesmo ela interagindo constantemente, SENTINDO e falando, algumas pessoas e objetos são tudo coisas de sua cabeça. Isso me deixou triste e chocado ao mesmo tempo, fiquei pensando como deve ser um inferno a vida de pessoas com essa doença e deve ter sido mais ou menos essa a mensagem que a autora quis nos passar.

via GIPHY

O livro foge muito do lugar comum apesar de um dos temas tratados se encaixar nisso, que é o último ano da escola, faculdade, aquela coisa toda que acontece dentro das escolas, rivalidade entre alunos e tal; porém aqui o que se sobressaem são os personagens malvados demais, ou fracos demais sem aquele balanço entre vilão e mocinho, nessa escola você É ou Não É e isso deixou a narrativa bem dura para não dizer pesada. Além da doença de Alex temos aqui bullying, abuso sexual, de poder, uma investigação envolvendo o passado da escola e um diretor misterioso que não larga uma aluna e sua mãe.

Tem o professor que é extremamente desagradável por ser um ex-militar, as amizades de Alex são bem estilo Clube dos 5 onde ninguém se esforça para ser amigável e cada um vive na sua bolha impondo de certa forma a personalidade, e se quiser se aproximar "vai ter que me engolir".
Por vezes senti um estranhamento durante a leitura justamente pela autora não ter optado usar o caminho mais óbvio, aquela coisa colorida onde todos se amam, o mundo é lindo, vamos festejar.
Aqui a coisa é séria e implica em internação para Alex, dado que os pais da menina não tem mais controle da situação e não enxergam outra solução para sua melhora a não ser essa.

via GIPHY

Há uma polêmica em relação á doença em que uma psicóloga no Goodreads abre o verbo e diz que a autora não retratou bem os sintomas, ela até chama o livro de um desserviço, e que deveria se informar antes de escrever sobre e coisas do tipo. Como eu não sou psicólogo e o único livro que li sobre o tema foi Schizo preferi ficar na minha e aproveitar o livro pela narrativa entregada, isso daí fica a critério de cada um.

Sem dúvidas 5 estrelas, esse livro merece toda atenção possível!


Compre:

Ebook (grátis no Kindle Unlimited)
Físico

Comentários